História

Kassio Todescatt, no início de 2010 decide começar a gravar seus estudos de bateria. Em meio às pesquisas de como seriam essas gravações decide convidar Silvério Simioni (Tiba) músico e amigo de longa data a participar da ideia.

Semanas se passam e agora, com a sala de estudo reorganizada e em posse de uma placa de áudio de dois canais, uma antiga mesa de som de oito canais e um kit de microfones que eram utilizados para apresentações ao vivo, está tudo pronto para começar. Mas antes mesmo de qualquer take ser registrado, surge um artista querendo gravar suas composições – A partir de agora muda todo o pensamento do projeto, o que seria gravações de estudos torna-se um pequeno estúdio.

história_estudio_eq

Jaime Bones, Kassio Todescatt, Gui Pagliari e Silvério Simioni

Novos equipamentos e instrumentos são trazidos por Silvério que completariam o primeiro quadro de equipamentos do home studio. Tudo era feito no mesmo ambiente, qualquer sussurro faria parte do som ali gravado.

Mesmo chamado de home studio, mas motivado pelo desafio técnico, colocado pelo primeiro projeto, a dupla de amigos inicia oficialmente a jornada de conhecimento especializando-se em cursos de áudio em São Paulo.

Três anos se passam e agora o chamado: EQ Estúdio de Gravação, destacou-se na região com um constante crescimento. A divulgação foi muito além da região sede, atendendo projetos distantes em São Paulo, Rondônia e Mato Grosso. Mais que gravações de álbuns, eventos como a Temporada do Rock e EQ Session marcaram a trajetória do estúdio.

historia_estudio_eq

Silvério Simioni, João Santos e Felipe Augusto Croda

As exigências dos artistas levaram o estúdio a criar uma nova metodologia de trabalho – após três meses de pesquisa, em maio de 2013 o estúdio interrompe suas atividades por cinco meses para implantação do novo projeto. Projeto tão complexo que se tornaria o divisor de águas do estúdio: A arquitetura foi redesenhada com isolamento acústico efetivo, maior controle dos ambientes, agora com Estúdio A e B independentes, totalizando cinco salas de gravação e a criação do Lounge Bar EQ.

Foram evidenciadas não somente melhorias técnicas na estrutura e equipamentos, mas o novo projeto incluiu novos profissionais na equipe e atendimento personalizado a cada artista.